fbpx

Brasil apresenta estabilidade na média móvel de mortes nos últimos 7 dias e leve melhora no panorama do coronavírus no país

Com a queda de novas internações e diminuição da ocupação de leitos, o Governo de São Paulo determinou a entrada para fase de transição do Plano São Paulo em todo o Estado

 

Há 30 dias com a média móvel de mortes acima dos 2 mil, o Brasil registrou na última sexta-feira mais de 3.070 óbitos e ultrapassou a marca de 369 mil vidas perdidas desde o início da pandemia.

 Apesar de apresentar uma variação de -2% com relação a média de 14 dias atrás, indicando uma tendência de estabilidade,a média móvel de mortes dos últimos 7 dias é de 2.870.

 Os 7 dias é de 2.870. Em Santana de Parnaíba, foram registrados 238 óbitos até o último dia 16, sendo o primeiro trimestre de 2021 o mais letal desde o início da pandemia com 104 mortes, número que representa cerca de 45% das vidas perdidas em decorrência do coronavírus.

Com a redução do número de internação e a queda na ocupação de leitos, o Governo de São Paulo determinou a entrada de todo o Estado na fase de transição para a retomada gradativa da economia até o dia 2 de maio.

A nova fase acontecerá em duas etapas, de 18 a 23 de abril a flexibilização acontecerá para o setor do comércio, incluindo lojas de shopping, com funcionamento permitido das 11h às 19h. No período também poderão ser realizadas cerimônias e cultos religiosos, desde que sejam seguidos todos os protocolos.

Já no período de 24 a 30 de abril poderão voltar a funcionar também as atividades ligadas ao setor de serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, atividades culturais, parques, clubes e academias. O horário de funcionamento será das 11h às 19h, com exceção das academias, que poderão abrir das 7h às 11h e das 15h às 19h.

A capacidade de ocupação permitida nos estabelecimentos na fase de transição será de 25%. O toque de recolher, a orientação para o teletrabalho e o escalonamento de horário continuam em vigor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *